top of page

RIACHOS TRANQUILOS Capítulo IV: Quinta-Feira


andréia janecek

Aurora desperta com a voz de sua mãe cantarolando baixinho.

A menina pula da cama e vai até o bercinho de madeira que fica ao lado da janela. Com delicadeza, pega a boneca de dentro do berço e, com ela firme sob seu braço esquerdo, usa a outra mão para abrir as cortinas, deixando a luz morna do sol banhar seu rosto.


Caminha rapidamente até a cozinha e vê sua mãe separando os ingredientes para o café da manhã. Quando olha para a filha, um sorriso ilumina o rosto de Ana.

"Bom dia!"

Um abraço.

A pequena pergunta à mãe se não podem brincar um pouco juntas antes da refeição.

Esperava que receberia um "não, agora não posso" ou talvez um "quem sabe mais tarde?". Mas a resposta foi um vibrante "claro".

Ana desamarra o avental e o pendura no encosto da banqueta da cozinha.


Se a vida fosse um filme, veríamos agora uma cena em que a cozinha vazia mostra traços cheios de vida:

o saco de papel com pão semiaberto sobre a mesa;

os ovos já quebrados numa tigela (ao lado, estão esquecidas duas ou três pequenas e frágeis cascas de um tom azulado);

a xícara de café já usada;

a cortina de voil balançando com a brisa suave da manhã;

o som de risadas vindo do quarto de Aurora.


Mãe e filha aproveitam a manhã juntas: em meio a brincadeiras, leituras e tarefas da casa, acontecem conversas, sorrisos, ensinamentos, broncas, perdão. Aurora sente-se feliz, segura, querida.

"Mamãe, mesmo quando faço algo errado, você continua me amando?"

"Sempre."


E assim, na vida comum do dia a dia, a pequena família de Ana vai vivenciando, na prática, o amor incondicional de Deus.



 

O post de hoje traz o quarto capítulo do conto "Riachos Tranquilos".

A cada novo capítulo, vamos vivendo junto da personagem os dias de sua semana e hoje conhecemos o que acontece em sua quinta-feira.

Espero que você esteja gostando da leitura♡

Um grande abraço, minha querida leitora!


A obra de arte que ilustra o capítulo de hoje se chama "Le cannet, la balançoire" e foi pintada por Henri Lebasque.

Inscreva-se e receba inspirações para uma vida mais leve:

Obrigada por se inscrever!

me acompanhe pelo instagram:

  • Instagram Andréia Janecek
  • Podcast Café da Tarde

ARQUIVO DE POSTS

bottom of page