top of page

SOBRE ESCOLHER ENXERGAR A BELEZA DO DIA A DIA

Camila despertava há tempos da mesma forma: bastava abrir os olhos para sentir seu peito ser apertado pelo peso da manhã que se iniciava. Não podia suportar a perspectiva de se levantar e começar a executar as mesmas tarefas que havia feito ontem, e antes de ontem e no dia anterior.

andréia janecek

Com grande esforço, saía da cama e ia se arrastando pelas atividades do dia. À noite, ao se deitar novamente para dormir, contava quantas horas teria antes de que a manhã seguinte chegasse e, com ela, a enxurrada de tarefas repetitivas do seu cotidiano.


Essa rotina regada a desânimo seguiu acontecendo por dias, semanas, meses. E Camila aceitava essa vida cheia de descontentamento com aquilo que ela chamava de resiliência.


A história poderia terminar aqui. Camila continuaria vivendo essa rotina e a sua existência seria vazia e triste.


Mas um dia algo aconteceu. Uma nova perspectiva foi oferecida à Camila.


E ela percebeu que, para ser feliz, ela não precisava de uma vida diferente, uma rotina diferente, um cotidiano diferente.

Ela só precisava de um olhar diferente.


Ela só precisava entender que bastava ela própria decidir sentir contentamento por cada pequena tarefa do seu dia.

E, então, Camila fez essa escolha. Ela entendeu que seus dias podiam ser cheios de propósito e intenção.

Passou a enxergar a beleza dos pequenos detalhes e a bênção de ter atividades que se repetiam a cada dia: a louça na pia era consequência de uma refeição farta, a roupa para dobrar era consequência de corpos aquecidos no inverno, a cama para ser arrumada pela manhã era consequência de um noite de bom sono e os livro para serem organizados na estante eram consequência de um período gostoso de leituras ricas.


O seu despertar? Agora Camila não sentia mais o peso do início da manhã, mas sim, a leveza de um novo dia a ser desfrutado.

 

Nós também podemos fazer a escolha consciente de enxergarmos contentamento no nosso cotidiano. Esse conto me faz pensar em uma música que adoro, Amazing Grace.

Vou deixar aqui para vocês um trecho da letra e a tradução:


Amazing grace, how sweet the sound

That saved a wretch like me

I once was lost, but now I'm found

Was blind but now I see


Graça maravilhosa, como é doce o som

Que salvou um infeliz como eu

Eu estava perdido, mas agora fui encontrado

Estava cego, mas agora eu vejo Agora, me conte: ♡Você consegue enxergar contentamento na sua rotina comum?

Tags:

6 Comments


Simplesmente maravilhada com o conto, tanto nos detalhes da cuidadosa e amorosa escrita, quanto na reflexão trazida. Obrigada por compartilhar conosco! ❤️

Like

Guest
Oct 21, 2023

Que conto maravilhoso!😍🙏

Like

Guest
Aug 13, 2023

É muito prazeroso ler esses contos,me faz ver o ordinário com olhos de gratidão, sou dn.casa e muitos vezes sentia exatamente como a Camila,mas da sim pra viver o ordinário de forma extraordinária 🙌

Obrigada querida Andreia por nos trazer essa leveza 🥰

Like

Guest
Aug 10, 2023

Lindo e verdadeiro, parabéns pelo trabalho Andréia vc transmite beleza, elegância e paz.

Like

Guest
Aug 09, 2023

Embora eu reconheça a graça que existe na vida comum do lar, eu ainda preciso lembrar a mim mesma do tamanho do meu privilégio e desenvolver mais a sensibilidade de agradecer pelas aparentes pequenas oportunidades de abençoar e servir minha família.

Like

Inscreva-se e receba inspirações para uma vida mais leve:

Obrigada por se inscrever!

me acompanhe pelo instagram:

  • Instagram Andréia Janecek
  • Podcast Café da Tarde

ARQUIVO DE POSTS

bottom of page